Português (Brasil)

1924 -2024 - "Lenin caminha pelo mundo" - Langston Hughes

1924 -2024 - "Lenin caminha pelo mundo" - Langston Hughes

Compartilhe este conteúdo:

Lênin, o principal organizador da maior revolução de trabalhadores da história da luta de classes, morreu em 21 de janeiro de 1924 e foi velado na Casa dos Sindicatos. Durante três dias, trabalhadores desfilaram perante o corpo do dirigente da Revolução Russa e fundador da primeira República Soviética. O Partido Comunista da URSS, organizado por ele, foi obrigado a interromper a homenagem, pois o rio humano estendia-se por quilômetros. Às quatro horas da tarde soaram as sirenes de todas as fábricas de Moscou. Depois de cem anos seu legado permanece vivo.

Langston Hughes (à esquerda) viajou pela Ásia Central Soviética em 1932-1933.

Abaixo, um poema do grande poeta afro-americano e figura da Renascença do Harlem, Langston Hughes, para V.I. Lenin na década de 1930. Reflete o imenso espírito de esperança que a Revolução Russa inspirou nas lutas de libertação nacional dos negros nos EUA e de todos os povos oprimidos em todo o mundo.

Lênin 

Lenin caminha pelo mundo.
As fronteiras não podem impedí-lo.
Nem quartéis, nem barricadas o impedem.
Nem o arame farpado pode cortá-lo.

Lenin caminha pelo mundo.
Pretos, marrons e brancos o recebem.
A língua não é uma barreira.
As línguas mais estranhas acreditam nele.

Lenin caminha pelo mundo.
O sol se põe como uma cicatriz.
Entre a escuridão e o amanhecer
Nasce uma estrela vermelha.

Compartilhe este conteúdo:
 secretaria@partidocomunista.org
Junte-se a nós!