Português (Brasil)

ARGENTINA: Abaixo a repressão em Jujuy! Não à reforma reacionária da constituição provincial! Pela liberdade imediata de todos os prisioneiros por lutar!

ARGENTINA: Abaixo a repressão em Jujuy! Não à reforma reacionária da constituição provincial! Pela liberdade imediata de todos os prisioneiros por lutar!

Compartilhe este conteúdo:

Tendência Militante Bolchevique - Argentina


A reforma da constituição em Jujuy, promovida pelo governador de "Juntos" - Morales - representa um ataque aos direitos democráticos dos trabalhadores como a livre circulação, em um claro objetivo de atacar as lutas populares. A reforma também tem um ataque aos direitos dos povos indígenas como no caso de terras públicas e recursos naturais. Nesse contexto, desde o dia 20 de junho, os indígenas mantêm um bloqueio na Rota 9, enquanto os professores continuam a greve, que já está em sua segunda semana. O governo de Morales respondeu com uma repressão feroz.

Já em 20 de junho, a repressão do governo Morales contra as mobilizações provocou 170 feridos e mais de 68 detidos.


Pela reforma reacionária da constituição provincial, Morales concorre como candidato dos pesados ??interesses econômicos que vêm exigindo o aprofundamento do ajuste, além de representar os interesses das grandes multinacionais mineradoras, especialmente em relação ao lítio.

Na quarta-feira, 21 de junho, os mineiros de Purmamarca se uniram às manifestações contra a reforma da constituição provincial.

Deve-se notar que Morales manteve a lutadora popular Milagros Salas na prisão por 7 anos. Deve-se notar também que a grande maioria dos convencionalistas da Partido Justicialista de Jujuy votou a favor da reforma reacionária da constituição provincial.

Os trabalhadores e os explorados e oprimidos de Jujuy só podem contar com seus próprios métodos de luta para deter o avanço em seus direitos da reforma reacionária da constituição em Jujuy. Isso deve vir de mãos dadas com a construção de sua própria ferramenta política, um partido que una a luta por interesses imediatos com a defesa dos interesses históricos dos trabalhadores.

Compartilhe este conteúdo:
 secretaria@partidocomunista.org
Junte-se a nós!