Português (Brasil)

CEARÁ: 4 de junho é dia de luta em defesa das universidades estaduais

CEARÁ: 4 de junho é dia de luta em defesa das universidades estaduais

Ato pela reabertura das negociações por parte do governo Elmano de Freitas no Ceará. Docentes da Universidade Estadual do Ceará - UECE completam 60 dias de greve em defesa da universidade pública e dos seus direitos.

Compartilhe este conteúdo:

 

Na próxima terça-feira (4), as e os docentes da Universidade Estadual do Ceará - UECE completam 60 dias em greve! Por isso, a Assembleia Docente na rua.
 
Essa data marca o descaso do Governo Elmano de Freitas do PT com a educação do Ceará, com as professoras e os professores do ensino superior e com seu compromisso em valorizar o serviço público. O que revela uma tremenda contradição, pois Elmano além de ter sido advogado do MST, foi eleito em primeiro turno derrotando o bolsonarista Capitão Wagner. Pior, a orientação do governo tem sido, infelismente,  a orientação pela austeridade neoliberal. E isso, para um dos estados mais pobres do Brasil, que precisa de um serviço público bem estruturado.

Em relação às e aos docentes da UECE,  a única e última mesa de negociação ocorreu no dia 30 de abril e, desde então, o governo Elmano de Freitas recusa-se a receber o sindicato para apresentação da proposta construída com a base docente para que se possa retornar as salas de aula. 

Por isso,  toda a comunidade acadêmica e solidários à defesa das universidades públicas estaduais estão sendo convocados a estarem presentes no dia 4 de junho, a partir das 8h para uma Assembleia Docente e Ato em repúdio a postura do governo estadual e reivindicando a abertura imediata da mesa de negociação. 

Compartilhe este conteúdo:
 secretaria@partidocomunista.org
Junte-se a nós!