Português (Brasil)

Crimes do imperialismo: mais de 9 mil civis foram mortos na República Popular de Donetsk desde 2014

Crimes do imperialismo: mais de 9 mil civis foram mortos na República Popular de Donetsk desde 2014

Compartilhe este conteúdo:

   Pelo menos 9.152 civis, incluindo 233 crianças, foram mortos e outros 13.530 ficaram feridos na República Popular de Donetsk (RPD) desde maio de 2014, informou a missão da RPD ao Centro Conjunto de Controle e Coordenação de questões relacionadas aos crimes de guerra cometidos pelo governo neonazista da Ucrânia.

   A missão acrescentou que desde 17 de fevereiro de 2022, 4.778 civis foram mortos, incluindo 142 crianças.

   Durante este período, as Forças Armadas Ucranianas, com o apoio do Imperialismo/OTAN,  bombardearam o território da RPD 28.767 vezes, disparando mais de 156 mil cartuchos de munição.

   Além disso, desde fevereiro de 2022, mais de 3,3 mil instalações e infraestruturas civis foram danificadas, incluindo 193 instituições médicas e 674 instituições educativas, disse a missão.

   A Rússia, em sua luta contra o cerco imperialista, efetua desde 24 de fevereiro de 2022, uma operação militar para frear os bombardeios cometidos pela OTAN/Ucrânia contra a população de Donetsk e Lugansk, territórios que se tornaram independentes da Ucrânia em 2014 e se juntaram à Rússia em setembro de 2022, após a realização de referendos.

Fonte:htps://sputniknewsbr.com.br/20240102/mais-de-9-mil-civis-foram-mortos-na-republica-popular-de-donetsk-desde-2014-32325439.html

 

Compartilhe este conteúdo:
 secretaria@partidocomunista.org
Junte-se a nós!