Português (Brasil)

PROJETO DITATORIAL AVANÇA NA ARGENTINA

PROJETO DITATORIAL AVANÇA NA ARGENTINA

Compartilhe este conteúdo:
 

     O governo fascista de Javier Milei está anunciando um "protocolo para a manutenção da ordem pública". O protocolo indica a aplicação de "sanções severas" a um conjunto de organizações que usam o "fechamento de vias" como principal meio de protesto no país, em atos formados em grande parte por desempregados. Esses grupos são conhecidos como piqueteiros.

     O projeto do fascista Milei "incluirá sanções severas a todos aqueles envolvidos em impedir a livre circulação dos argentinos". O interessante é que o direito ao protesto está garantido na Constituição Federal da Argentina.

     O que isso significa?

     Significa que o governo Milei será um governo de fome e de miséria para favorecer uma minoria de empresários nacionais e estrangeiros. Isso produzirá protestos, mobilizações e greves. Quem não lutará contra a destruição dos seus meios de vida? Então, somente a repressão garantirá a retirada de direitos, o desemprego e o aumento da exploração. Como um bom aprendiz fascista, Milei pretende aproveitar o início de seu governo para incentivar uma mudança do regime político para um modelo mais autoritário.

     Somente a resistência das massas argentinas derrotará o projeto fascista de Milei.

*Imagem Javier Milei - Diario Móvil - Noticias de San Juan Argentina

 

Compartilhe este conteúdo:
 secretaria@partidocomunista.org
Junte-se a nós!