Português (Brasil)

Nota dos membros do REENOVA ANDES no Comando Nacional de Greve

Nota dos membros do REENOVA ANDES no Comando Nacional de Greve

Reproduzimos a nota da oposição à atual direção do ANDES-SN, o RENOVA ANDES, que está na luta cotidiana dos docentes do ensino superior.

Compartilhe este conteúdo:


TODA FORÇA À GREVE! REABERTURA DAS NEGOCIAÇÕES JÁ!

Mais de 10 mil professores e professoras por todo Brasil se reuniram na última semana em assembleias e rejeitaram por grande maioria a proposta do governo e construíram diversas contrapropostas que subsidiaram o Comando Nacional da Greve (CNG) do ANDES. De forma acertada o CNG aprovou uma Minuta de contraproposta que será formalmente protocolada hoje junto a vários órgãos do Governo Federal, incluindo o Ministério da Gestão e da Inovação (MGI). Essa foi uma deliberação muito importante para o destino da nossa greve, uma vez que o governo, por meio da Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do MGI, anunciou publicamente que a proposta apresentada em 15 de maio seria a "última" proposta, restando apenas a assinatura do acordo no dia 27 de maio de 2024.


Após uma grande Marcha da Classe Trabalhadora no dia 22/5, 41 dias de greve dos docentes da base do ANDES e 77 dias de greve dos servidores técnicos e trabalhadores da educação, o governo federal insiste em encerrar as negociações de forma unilateral. Nesse contexto, protocolar uma contraposta sinaliza tanto a recusa majoritária das assembleias docentes da proposta do governo, quanto a nossa disposição de negociar.


Nós do Renova ANDES estamos no Comando Nacional de Greve desde sua instalação e atuamos em encaminhamentos que consideramos fundamentais: a) defesa de construção de contrapropostas nas assembleias apresentada no Comunicado 35 do CNG; e b) nosso trabalho ativo nas assembleias de base, quando possível, para construir uma contraposta que reafirmasse aspectos centrais da nossa pauta, ao mesmo tempo, a nossa disposição de negociar.


Para nós do Renova ANDES esta greve sempre foi um instrumento de defesa dos interesses da categoria e não uma greve contra o governo. Um instrumento extremo, vale dizer, mas que7 se mostrou necessário e, mais do que isso, legítimo e eficaz porque fez o governo se mover, ainda que de forma insuficiente, no sentido de avançar no atendimento dos interesses da categoria.


Por isso, entendemos que há espaço para negociar um acordo que contemple as demandas da greve docente federal. Nesse sentido, nós do Renova ANDES nos somamos às parcelas amplamente majoritárias do movimento docente federal no repúdio à atitude antissindical do PROIFES Federação, que carece de representatividade e que portanto não tem legitimidade para assinar qualquer acordo, especialmente este, que sua própria base recusou.


Por fim, reiteramos que esta greve é uma greve das bases das universidades, institutos federais e CEFETs que, no governo Temer e Bolsonaro, cumpriu um papel importante na resistência, sendo uma força fundamental na eleição do Lula. O Renova ANDES, vale lembrar, constituiu-se como força de oposição importante à diretoria do ANDES-SN justamente porque defendia uma atuação ainda mais incisiva no combate ao golpe de 2016, à prisão ilegal de Lula, aos retrocessos dos governos Temer e Bolsonaro, aos ataques à educação no período e à defesa da democracia, inclusive com a defesa do voto em Lula ainda no primeiro turno de 2022. Sabemos que essa é a posição da maioria da categoria que apoia a presente greve como uma maneira legítima de reivindicar junto ao governo que ajudamos a eleger. Cabe ao governo, agora, reabrir as negociações, mostrando que, de fato, prioriza a educação pública federal. Esperamos que o MGI se disponha a receber nossa contraproposta. A greve continua! Reabertura das negociações já! 

Brasília, 27 de maio de 2024.

Maria Carlotto – ADUFABC / David Romão Teixeira – APUR/ Elisa Guaraná de Castro – ADUR/ Mariúza Guimarães – ADUFMS/ Jailton Lira – ADUFAL/ Sandra Lira – ADUFAL/ Maria Rosaria Barbato – APUBH/ Benedito Santos Filho - ADUFRA/ Ariuska Amorim – ADUnB/ Liliane Machado – ADUnB/ Nicole Pontes – ADUFERPE/ Patrícia Bastos – ADUR/ Maria Auxiliadora Pereira Figueiredo – APUBH.

Compartilhe este conteúdo:
 secretaria@partidocomunista.org
Junte-se a nós!