Português (Brasil)

Sem mobilização popular, segue crescendo a exclusão social ... e o risco de golpe contra Lula

Sem mobilização popular, segue crescendo a exclusão social ... e o risco de golpe contra Lula

29º Grito dos Excluídos

Compartilhe este conteúdo:

Sem mobilização popular,
segue crescendo a exclusão social ...
e o risco de golpe contra Lula

Enquanto as políticas econômicas de Bolsonaro, Guedes e do Centrão, como as contrarreformas (trabalhista, previdenciária, do ensino médio,...), as privatizações e o “teto de gastos” seguirem valendo, a vida da população brasileira continuará piorando. Seguirá o desemprego, legiões de pobres seguirão sem teto e com fome.

Enquanto continuar esse imobilismo das direções sindicais e populares, criticado até pelo próprio Lula, não haverá mudança no jogo e o capital seguirá na ofensiva contra o trabalho.

Enquanto o governo Lula seguir como refém do Centrão, do STF, das Forças Armadas bolsonaristas e da mídia golpista e a iniciativa política continuar sendo dos inimigos do povo e não do povo nas ruas, o imperialismo dos EUA, que não deseja o empoderamento dos BRICs, e o grande capital podem preparar um novo golpe de Estado ou, pelo menos, continuar chantageando o governo que nós elegemos a fazer os interesses deles.

A direta e o imperialismo realizaram um golpe de Estado no Peru, ameaçam com não reconhecer a recente vitória eleitoral da esquerda na Guatemala e preparam-se para eleger um governo bolsonarista na Argentina. O golpismo segue rondando a América Latina enquanto a África se liberta do imperialismo através da frente única e da mobilização popular.

O fascismo pode voltar com força no Brasil através de Tarciso, Zema ou qualquer outro criminoso da direita, basta que sigamos desmobilizados como agora.

Compartilhe este conteúdo:
 secretaria@partidocomunista.org
Junte-se a nós!